Lustoza Agrologística

Começa a ser construído mais um terminal privado no anexo da unidade ferroviária da Ferroeste, em Guarapuava. O projeto da Lustoza Agrologística exigirá recursos de R$ 9,3 milhões e parte da obra, no valor de R$ 1,3 milhão, inclusive o ramal ferroviário, já está pronta. “A capacidade de estocagem de grãos será de 25,2 mil toneladas quando o empreendimento estiver concluído, em 2016”, informou o presidente da Ferroeste, João Vicente Bresolin Araujo.A partir de agora o terminal da Lustoza Agrologística deixa de ser apenas uma área de transbordo rodoviário e passa a ser também um terminal de cargas ferroviárias. “Assim se integra ao complexo logístico da Ferroeste em Guarapuava”, explica o engenheiro Rodrigo César de Oliveira, diretor de produção da ferrovia.

No Comments Yet.

Leave a comment

You must be Logged in to post a comment.